dermatologia dermatologia

Entenda tudo sobre a especialidade em Dermatologia e por que escolhê-la

8 minutos para ler

A Dermatologia teve início no Brasil em 1882, no Rio de Janeiro, com a implementação do primeiro Serviço Clínico de Doenças da Pele. Em 1912, foi criada a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Desde então, a especialidade está em evolução, com o desenvolvimento de novas técnicas e equipamentos que ampliam os campos de atuação do médico dessa área.

Os estudos dessa especialidade não param de crescer, principalmente com a incorporação de novas terapêuticas, voltadas não apenas para problemas e doenças de pele, mas, também, para o campo estético.

Caro(a) colega médico(a), se é seu desejo entender mais sobre a Dermatologia, as oportunidades e as exigências para quem tem interesse em atuar na especialidade, não deixe de acompanhar o nosso post e conheça, também, as novidades da área.

Como é a área de Dermatologia?

O médico que decide se tornar um especialista em Dermatologia vai atuar em um campo que se volta para o diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças e outros problemas relacionadas a pele, pelos, cabelo, unhas e mucosas. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), há mais de 3 mil doenças que podem afetar a pele, atingindo de crianças a idosos.

A rotina profissional do dermatologista é mais direcionada para atendimento clínico, intervenções cirúrgicas de pequeno porte e tratamentos estéticos realizados em consultório. No entanto, a atuação do dermatologista também pode ser direcionada para cirurgias maiores, realizadas em ambiente hospitalar.

Quais oportunidades a especialidade oferece?

Essa especialidade permite ao médico trabalhar com:

  • Dermatologia clínica — prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento de doenças e problemas de pele;
  • Dermatologia cirúrgica — abrange as cirurgias básicas, avançadas e cosméticas;
  • Dermatologia cosmiátrica — voltada para os procedimentos estéticos.

A área relacionada com estética cresce bastante no Brasil, com uma procura pelo público tanto feminino quanto masculino. Variados e com o objetivo de cuidar da saúde e beleza de pele, além de proporcionar harmonização facial, os tratamentos abrangem:

  • aplicação de toxina botulínica;
  • preenchimento cutâneo;
  • peelings;
  • tratamento de cicatrizes de acne;
  • microagulhamento.

Na Dermatologia cosmiátrica, o médico vai lidar com diferentes equipamentos, como ultrassom, laser, radiofrequência e luz pulsada. É possível, ainda, atuar em segmentos mais específicos, como a Dermatologia oncológica e a pediátrica.

Quais as exigências dessa área?

Para se tornar um especialista, é preciso fazer residência médica, pós-graduação equivalente em dermatologia ou, ainda, um curso de especialização em serviço credenciado à SBD: uma formação que dura de 3 a 4 anos e é realizada em período integral. Nesses cursos, o médico aprende sobre as doenças de pele, faz o atendimento a pacientes e conhece tratamentos clínicos, estéticos, cirúrgicos e oncológicos, entre outros.

Prova de TED

Depois de realizar a formação, é preciso se submeter à prova de Título de Especialista em Dermatologia (TED), da SBD. É um teste de alto nível, exigindo que os médicos estudem bastante para conseguir ser bem-sucedidos na prova. Aliás, o recomendado é realizar um curso preparatório específico para o TED, em que são abordados em profundidade todos os tópicos pedidos no edital.

O exame acontece todos os anos — geralmente, nos meses de março e abril — e é composto por duas fases de caráter eliminatório:

  • etapa teórica, com 80 questões;
  • etapa teórico-prática, com 40 questões.

Ter o TED significa contar com a chancela de uma entidade de referência, a SBD, indicando que o médico domina os conhecimentos e competências necessários para trabalhar no segmento. Em outras palavras: o título indica que o profissional está habilitado pela entidade da categoria para realizar uma série de procedimentos dessa área.

Com a aprovação nesse exame, é necessário, ainda, fazer o registro no Conselho Federal de Medicina (CFM) como especialista em Dermatologia, para receber seu Registro de Qualificação de Especialista (RQE). Somente assim é que o médico poderá atuar legalmente nessa especialidade.

Como se destacar na área?

Quem resolve seguir a Dermatologia precisa ter a preocupação de oferecer um atendimento humanizado, priorizando uma boa relação médico-paciente, além de se manter sempre atualizado, pois essa é uma área muito dinâmica.

Assim, é importante que o médico estude bastante e acompanhe as publicações, livros e eventos da especialidade, como os principais congressos. Então, poderá conhecer novas tecnologias, fármacos e cosméticos, a fim de oferecer um tratamento mais completo ao público.

Quais são as novidades na Dermatologia?

A Dermatologia está sempre se atualizando com novos procedimentos. Veja, a seguir, algumas novidades da área.

Dermatoscopia digital para diagnóstico de câncer de pele

A dermatoscopia digital passa a ser utilizada no diagnóstico do melanoma devido à alta resolução do equipamento, que consegue identificar com precisão lesões malignas, visto que gera uma imagem em 3D.

Rejuvenescimento íntimo

O procedimento tem por objetivo realizar intervenções funcionais e estéticas na vulva. A harmonização na região íntima feminina pode ser feita com clareamento, preenchimento, plasma autólogo, laser de CO2 ou erbium.

Procedimentos estéticos para transgêneros

Uso de toxina botulínica, laser, preenchimento com ácido hialurônico e outros procedimentos podem melhorar a qualidade de vida e autoestima de pacientes transgêneros. São técnicas realizadas em consultório que proporcionam efeitos de feminização ou masculinização.

Biofármacos para dermatite atópica

A dermatite atópica exige tratamentos específicos e o uso de medicamentos, porém, quando moderada ou grave, há pesquisas que mostram a eficácia de injeção subcutânea do princípio ativo dupilumabe. O resultado é redução da inflamação local e controle da doença.

Silicone tópico para melhorar cicatrização

Há pesquisas mostrando que o uso do gel de silicone pode apresentar bons resultados para a cicatrização de processos cirúrgicos. A substância tem propriedades bactericidas, além de garantir a hidratação das feridas.

Microbioma e tratamento de acne, rosácea e dermatite atópica

As bactérias benignas do nosso organismo, como as da pele, podem gerar benefícios com relação a doenças e problemas cutâneos, trazendo novas perspectivas de cosméticos e fármacos para o tratamento de acne, rosácea e dermatite atópica.

A Dermatologia é uma área ampla do conhecimento da Medicina que permite ao profissional trabalhar com diferentes procedimentos e técnicas. Ainda, é uma especialidade que avança muito rapidamente, o que aumenta as oportunidades de atuação.

Caro(a) colega médico(a), se está interessado em fazer a prova para obter o Título de Especialista em Dermatologia (TED), da SBD, entre em contato com a equipe da AproMed e conheça todos os diferenciais do nosso curso preparatório para esse exame.

*****

Juntos, somos mais fortes!

A nossa AproMed | Ética e Profissionalismo oferece uma extraordinária Tríade de Diamantes AproMed: aulas presenciais + aulas digitais para rever à vontade (não temos EAD) + Mentoria Diária AproMed — Projeto Você não está só! —, a ser realizada por professores com mestrado ou doutorado, das 8h às 18h e de segunda-feira a sexta-feira. Consulte o regulamento.

Ao longo de 12 meses, o(a) colega médico(a) será preparado(a) com 192 horas-aula presenciais, 60 horas-aula gravadas e mentoria online diária. Tudo isso para garantir aprendizado de excelência e a conquista do título de especialista (RQE). Seguramente, o progresso do médico generalista é a conquista do seu importantíssimo e necessário título de especialista para registrá-lo no CRM. Com o RQE, tudo fica mais fácil. 

Prezado(a) colega médico(a), divulgue este conteúdo para seus colegas médicos. Vamos valorizar o título de especialista registrado no CRM, pois essa ação trará melhoria para a medicina brasileira, além de alertar a todos para a exigência do CFM. 

Saiba mais no nosso site: www.apromed.com.br | 0800 941 7250 ou WhatsApp: (31) 99672-0825.

Instituição de ensino médico AproMed | Ética e Profissionalismo, especializada em curso preparatório para prova de título de médico especialista em Belo Horizonte, São Paulo, Distrito Federal, Rio de Janeiro e Recife. Aprovamos OU Devolvemos.

O médico pode atuar em todas as especialidades médicas sem restrições. Contudo, o Conselho Federal de Medicina (CFM), por meio do artigo 117 do novo Código de Ética Médica, exige do profissional que divulga sua especialidade em anúncios de qualquer ordem que, junto ao nome, inclua, também, seu número do Conselho Regional de Medicina (CRM), com o estado da Federação no qual foi inscrito e o seu Registro de Qualificação de Especialidade (RQE). Caso o médico não cumpra essa norma, estará sujeito a um processo ético administrativo junto ao CRM, visto que se trata de uma infração ao Código de Ética Médica.

Posts relacionados

Deixe um comentário